Sherlock HolmesProvavelmente, você já ouviu falar de Sherlock Holmes, certo? Seja através dos livros de Arthur Conan Doyle, dos filmes já lançados ou das séries que retratam as histórias baseadas nos livros de Doyle. O que venho aqui compartilhar não é diferente: trata-se da série britânica da BBC Sherlock, lançada em 2010. A série contém 3 temporadas com 3 episódios de 90 minutos cada, além de um especial lançado este ano.

Abertura da série Sherlock.

A série já conquistou milhares de fãs ao redor do mundo (inclusive eu!) e, por esse motivo, resolvi escrever 5 motivos para você assistir a esta série:

1. A transposição do século XIX para o século XXI: poderia ter sido um desastre, mas não foi. Como manter a genialidade e a sagacidade do detetive Holmes dentro do nosso século? Como fazer Holmes se destacar em meio a tanta tecnologia para não ser apenas mais um detetive? Posso dizer que os diretores alcançaram o objetivo! Tanto ao aliar o uso da tecnologia a favor dos conhecimentos de Holmes, quanto ao interagir com o espectador através dessa mesma tecnologia. Ao longo dos episódios, Watson escreve num blog para registrar todas as aventuras vividas com Sherlock. E você pode conferir aqui. Além disso, existe o site do Sherlock Holmes, The Science of Deduction.

2. A relação entre Sherlock Holmes e John Watson: para quem conhece um pouco sobre a série, sabe que Holmes é um detetive antissocial que prefere viver à margem de suas experiências malucas a ter encontros sociais. A relação de amizade não é tão explorada nos livros por Doyle, mas os diretores da série se aproveitaram desse círculo e souberam fazer sacadas irônicas e cômicas muito bem-vindas sobre a relação dos dois.

Cena da série Sherlock s01e02.

3. As reviravoltas: cada episódio parece que foi pensado como um filme, sem enrolar muito, como um episódio de série. Mas não pense que é tudo muito redondinho e mastigado! Os diretores têm uns insights que nos pegam desprevenidos. Quando você menos espera, solta um @#$#@, justamente porque ficou sem reação com a cena!

4. A adaptação: é extremamente muito bem adaptado! Claro que, tratando-se de adaptação, nem tudo o que está escrito no livro entra, assim como nem tudo o que está na série, está no livro. Mas a escrita, a trama… Nossa! É tudo impecavelmente muito bem pensado que nos dá gosto de assistir a essa série. A história é tão envolvente que, sem querer, você já está pensando quem é o assassino, como matou, e onde.

5. Elenco à altura: de nada adianta ter uma adaptação fantástica e o elenco não acompanhar o nível. Mas não é isso que acontece na série Sherlock! O elenco é simplesmente denso, maduro, com atuações fantásticas. Os personagens do livro de Doyle estão muito bem representados, afinal, não tem como: Andrew Scott (Jim Moriarty), Benedict Cumberbatch (Sherlock Holmes), Martin Freeman (John Watson) e tantos outros.

Existem tantos outros motivos para assistir Sherlock, mas não adianta ficar aqui apenas descrevendo, só digo isso: assista! E prepare-se para se aventurar e sofrer com a série. Porque olha… Desde 2010 e ainda não concluíram as temporadas. Mas fãs, sigamos com força, foco e !

E, para quem não não aguenta esperar as outras temporadas, recomendo a série Elementary. Também trata do universo Sherlock, só que de uma visão nova-iorquina (igualmente do século XXI), em que o Dr. Watson, na verdade, é a Dra. Watson. É uma releitura um tanto quanto inesperada, mas que ao longo dos episódios nos conquista.