Olá!

No final de semana retrasado eu iniciei a leitura de A Estranha mente de Seth e dei continuidade no final dessa semana, eu estava meio sem tempo e acabei não escrevendo as primeiras impressões antes, mas estou aqui e vamos nessa!

A Estranha mente de Seth nós trás aos tempos do Império, pouco antes da Primeira Grande Guerra. Seth R. é um jovem extremista, um pensador que vive entre aulas matinais na faculdade e noites de treino numa sociedade clandestina e assassina em Vojerasa.

“O agricultor não podia pagar todos os tributos ao seu senhorio, e por isso precisou arranjar um novo trabalho. Para aumentar a penúria, veio a desgraça. De seus oito filhos, somente dois restaram e chegaram à idade adulta. Ó que grande loucura!” Trecho retirado da música Ó que Grande Loucura do caderno perdido de Seth R.

De início já percebemos e nos habituamos a personalidade analítica e particularmente conturbada de Seth, jovem de 19 anos que não aceita ser controlado pelo império, ele quer algo maior, ele quer ser grandioso. Nos capítulos que li, percebe-se que a autora fez um ótimo trabalho dando entendimentos aos sentimentos e vontades de Seth, antes de inserir mais sobre a Face Negra, organização anarquista no qual ele é participante ativo.

O livro é baseado em fatos reais, em sua busca pela historia antiga a autora se encontrou Mary Saint, uma professora de Literatura da grande Faculdade Freiknort a qual lhe cedeu uma tradução das ultimas páginas do diário perdido de Seth R.

Cada página nos instiga a adentrar ainda mais na mente de Seth, um livro para amantes da História! Estou correndo para terminar de lê-lo!

Promoção: Concorra ao livro autografado (Post participante, porque não sou boba).
Esclarecimento da autora e mais sobre o lançamento do livro.
Clique aqui para comprar o livroE aqui para saber em que historia o livro é baseado.

B